Notícias > Mais Destaques

09/01/2018 18:47 - Atualizado em 09/01/2018 21:10

BM suspende buscas a serpente que pode ter provocado afogamento de menino no Norte do RS

Compartilhar:

O Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) encerrou as buscas pela suposta serpente de grande porte vista pelos familiares de um menino que morreu afogado no rio Teixeira, na localidade de Butiá Grande, em Ipiranga do Sul, no Norte gaúcho. As buscas duraram oito dias, sem que nenhum réptil tenha sido encontrado. Guilherme da Silva Andrade, de 12 anos, teve o corpo localizado em 31 de dezembro, horas depois de desaparecer, no fundo do rio.

Conforme o relato de um tio, Guilherme caiu na água e acabou sendo imobilizado e puxado pelo animal. O irmão, de 15 anos, conseguiu sobreviver. O caso levantou a suspeita da existência de uma sucuri na região.

O laudo do Instituto-Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul confirmou que Guilherme morreu vítima de asfixia mecânica por afogamento. Ainda conforme a necropsia, ele não tinha nenhum membro fraturado, o que afastou a possibilidade de que a ação direta de uma cobra tenha provocado a morte, embora um ataque não tenha sido descartado.

Mesmo após os laudos, o CABM prosseguiu com as buscas no intuito de levantar informações sobre a presença de algum réptil no rio. Embora as buscas concentradas tenham se encerrado, as equipes seguem atentas à presença de serpentes não-nativas na região, durante o trabalho de rotina.


BAIXE O APP DO CRUZ ALTA ONLINE PARA SEU SMARTPHONE OU TABLET: ANDROID / IOS


Fonte: RÁDIO GUAÍBA

Todas as notícias