Blog

06/12/2017

Diversidade

Compartilhar:

O assunto diversidade e seus desdobramentos tão discutidos e focados nesses tempos, é apenas um dos temas dentre tantos necessários a serem desenvolvidos e aperfeiçoados na escola. Tá na hora de alunos de ensino fundamental, médio e superior aprenderem também minimamente a língua portuguesa.

É preciso pelo menos saber combinar o sujeito com o verbo de uma frase. As redações do ENEM são a prova. A tragédia já virou chacota É preciso que nossos alunos saibam fazer uma simples conta de multiplicação e uma singela regra de três. Sem isso serão presas fáceis numa simples negociação comercial, numa relação com um banco, na administração das finanças pessoais e no jogo de palavras usado em abundância por políticos e outros enganadores sempre à espreita de gente fácil de dominar . Há funcionários de caixa do comércio ,estudantes e formados que, se faltar energia, não sabem fazer um troco corretamente. São dependentes da máquina.

Não sobrevivem sem ela. Tá na hora de melhorar o conhecimento em saúde, drogas, preservação ambiental, cidadania, história, geopolítica e vários outros conhecimentos que habilitem nossos alunos a transitarem num mundo cheio de armadilhas. Lamentavelmente apenas uma minoria de alunos no Brasil está acima dessas deficiências.

Deveria ser o contrário. O que prova nossa pouca seriedade, muito discurso e conversa mole. Os resultados da educação nos colocam numa situação ridícula. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) apresenta o ranking mundial de qualidade de educação. Entre os 76 países avaliados, o Brasil ocupa a 60ª posição. Um fiasco . Isso é apenas uma parte desse despudorado e indecente cenário.

É preciso ainda encarar a precariedade das escolas, dos recursos e a falta de condições de trabalho dos sempre desvalorizados professores. Não há mais paciência pra aturar os demagógicos discursos. Há anos a história se repete. Em época de campanha eleitoral a educação é sempre prioridade.

No primeiro dia após a eleição, ela passa pro final da fila. Precisamos entender definitivamente que a educação não se resume a um tema. Há sim uma diversidade de necessidades abissais na área da educação. Tá na hora de tratarmos do todo, não apenas de uma parte.

Voltar ao Blog