Blog

19/11/2017

Lages, a terra do pinhão, do café Guidalli e do Futsal feminino

Compartilhar:

 Em um papo esportivo com o Fundador e Diretor técnico Mauricio Neves de Jesus, nascido em Lages e que trabalha com o futsal feminino desde 2013, descobri que seu sonho no esporte é que ele se espalhe pelas escolas, sendo assim a maior ferramenta contra o desvio social...

A mais recente conquista das Leoas foi a conquista do Jasc.... No último fim de semana ao eliminar Chapecó por 5x1 na Semi final e sagrar-se Campeã do Estadual do Jasc sobre Itajaí 5x0 a equipe vem virando uma mania nacional .... Mauricio ressalta que a causa onde não somente a torcida abraçou o projeto mas sim uma cidade inteira como , prefeitura, universidade, fundação de esportes, imprensa local e amigos abraçaram e entenderam a dimensão do projeto das Leoas...

Bate e volta: # Em uma época em que varias equipes como o Barateiro e Criciúma entre outros fecharam as portas para o Futsal Feminino Lages lota o ginásio para ver as Leoas. Qual segredo? Um dos fatores para o sucesso das Leoas é o comprometimento da diretoria, liderada pela presidente Gi Morena, nossa ex atleta. Aliás, ter uma presidente que foi atleta nos encurtou muitos caminhos, pois ninguém mais do que as atletas sofrem nesse processo de construção da modalidade. Nós temos na história do nosso futsal feminino times espetaculares, mas o fato é que chegamos a ter jogos incríveis para cem pessoas na plateia. Nas fases classificatórias, não raramente havia mais gente dentro de quadra, jogando, do que assistindo na arquibancada. Acho que isso se deve a vários fatores que prefiro não falar, porque corro o risco de ser mal interpretado. Mais coisas diferentes que fizemos foi investir na relação com a torcida, colocar as atletas como monitoras nas escolinhas e construir uma relação com a mídia, que chama a torcida.

#O projeto vem crescendo e fazendo história no futsal feminino... Quanto é gratificante hoje ser uma das melhores se não a MELHOR EQUIPE de Futsal Feminino do Brasil? É gratificante estar entre as melhores equipes, mas a maior conquista é ver atletas e torcidas felizes. Troféus vão para a estante, felicidade vai para o coração. Não significa que não valorizamos as vitórias, mas o mais importante é envolver as pessoas. Vencer só faz sentido se for um meio para isso.

#Campeãs da maior e mais importante competição que envolve vários esportes em Santa Catarina como foi essa semana de jogos e em especial essa final? Foi muito mais especial por ser em casa. Em 2015 vimos a final entre Female e Barateiro da arquibancada, e não parecia possível pensar em ganhar a edição seguinte dos JASC. Mas, sem dúvida, o mais incrível foi lotar o ginásio em todos os jogos, e realizar a última partida de toda a competição antes da solenidade de encerramento. Essa foi uma conquista de todo o futsal feminino. # Em um país onde se diz ser o país do Futebol a modalidade feminina ainda sofre por haver poucas pessoas que trabalham em prol do naipe feminino. Como expandir o feito dos jogos abertos para todos os ginásios do Brasil? Precisamos pensar coletivamente e saber que as equipes são adversárias, não inimigas. Criar uma associação de clubes, uma nova liga, captar recursos juntos, gerar receita para repatriar as atletas que estão no exterior e espalhar o futsal feminino pelos colégios são as ações que gostaria de ver acontecendo. Isso colocaria a modalidade na mídia e geraria recursos.

A criação e o resgate de competições, como a CBFS vem fazendo, também é algo digno de aplausos. Importante ressaltar que a Celemaster de Uruguaiana do Rio grande Sul, também lota o seu ginásio, tem uma torcida apaixonada e o trabalho lá é espetacular. A Female também tem jogos lotados em sua história, como a final de 2009 contra o Palmeiras por exemplo e nós estamos seguindo o fluxo.

#Para o futuro o que almejam? Ampliar as escolinhas, ter um ginásio próprio, remunerar melhor as atletas e combater a desigualdade de gênero. Após esse bate papo nada mais nada menos que feliz em ver uma mente totalmente voltada ao respeito e seriedade com a modalidade feminina onde eu como atleta fico muito contente em poder trazer a vocês um pouquinho do show das leoas. Para o meio do ano que vem , meus projetos sociais e beneficentes com Amigas da Tai , terão a união com as Leoas e algumas surpresas vão surgir por aí... Afinal , unir solidariedade com esporte não tem preço para quem pensa igual a nós. Que Deus abençoe a todos, obrigada a você que me acompanha e até a próxima.
Voltar ao Blog